7 de mar. de 2020

Distintos fatos
Medem atos
A linha reta
Sigo meus passos

13 de fev. de 2020

A realidade
colide com meus sonhos
Todos saem feridos
Vivos
Do sonho
acordei
É real?
Não sei



Camila Karina

26 de jan. de 2020

O dia em que tudo se repete
sete vezes sete
Tirei a venda, a festa acabou
Eu estava sozinha
Esta luz me enganou



Fui até a saída
Cansada e até ferida
Mas da porta para frente
Ganhei mais força
Sigo
Sente!

Camila Karina

12 de dez. de 2019



Você pensa no futuro
E eu aqui presente

Neste encontro
você perdeu o melhor da nossa festa
Seu destino era outro

Esperei você voltar
Você nunca veio.

3 de dez. de 2019


Eis o meu manifesto  
Todo e qualquer gesto
Tem direito de ser
O outro não tem autoridade, nem poder
para falar o que se deve fazer

Se fala, é melhor calar 
O amor não tem métrica 
Esta na cara
Só de olhar 


Camila Karina 

29 de nov. de 2019

Quando a mágoa escorre pelo rosto
Até faz zunido
Cada mais
É menos
Não faço contas
Apenas vejo

21 de nov. de 2019

Gratidão à angustia
que salvou da tormenta

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.