29 de fev de 2012

(...)  Olha: o amor pulou o muro
o amor subiu na árvore
em tempo de se estrepar.
Pronto, o amor se estrepou.
Daqui estou vendo o sangue
que corre do corpo andrógino.
Essa ferida, meu bem,
às vezes não sara nunca
às vezes sara amanhã.


Carlos Drummond 

24 de fev de 2012

O que é real para nós
Se nos vemos sós
e nossos corações
ouvem a mesma voz?


Camila Karina

22 de fev de 2012

O poder da palavra dada perdeu
para o papel assinado ? 
Ou fomos nós
que perdemos 
a confiança da palavra
e agora ela quer
tudo por escrito? 

Camila Karina 

21 de fev de 2012

Olhei para as terras, poeira e caminhos que percorri, e deles percebi, constatei que minhas sementes são aquelas que semeei de fato. Colhi uma a uma, até mesmo aquelas que não floresceram, aquelas que foram esmagadas pelo tempo, secaram pelo excessos do meu sangue quente, ou morreram pela frieza de meus atos. Sou toda minhas próprias sementes. Me responsabilizo pelas flores e ervas daninhas do meu lugar. Mas é sabido que as flores morrem se tomadas por outras espécies. 
Talvez as ervas daninhas, sementes mal nascidas, habitem em mim mais do que imagino. Não espero as flores, mas quem saiba cuidar, sem matar as vidas dentro de mim. Porém, mesmo abandonado, um jardim não deixa de florescer, nem novas plantas de germinarem. Tudo se prolifera e sobrevive com a força da natureza. A natureza também é amor e aceita até mesmo espinhos. Me faço de espinhos, veneno e perfume. Planto e colho pois quero continuar crescendo. 

Camila Karina

20 de fev de 2012

Diga-lhe tudo que pensa
e pague o preço
sem direito a parcelas
A verdade é cara
Fez suas economias? 

Camila Karina
De tanto afirmar que a mentira é verdade
que tudo ficou como sua realidade


Camila Karina
É preciso esvaziar a xícara, 
tirar aquele açúcar
do fundo.
Abrir espaço
para o que chega
o que ninguém prevê
a qualquer segundo


Camila Karina






*Contribuição de ideias  de Camila Ramos

19 de fev de 2012

Dois pontos
de si mesmo
para refletir
um ponto final

Camila Karina


O ponto final é apenas para um novo  parágrafo. Uma nova história cheia de  pontos
Se minha cara fosse de pau
não feriria tantas vezes
por bater com ela no chão
de tanto crer nas mudanças
que deslisam pelo chão
A cara não é de pau
muito menos o coração


Camila Karina
O carnaval era só mais uma desculpa para exagerar a saudade destes dias "sem a tua..sem a tua, sem a tua companhia"..




Camila Karina

18 de fev de 2012

Os encantos se renovam nos reencontros


Camila Karina

17 de fev de 2012

A saudade me visita
todos os dias
As vezes é bem vinda
menos quando já vai tarde


Camila Karina



Quem fica em cima do muro
logo cansa
cai para o lado
O que não se escolhe
vira fardo


Camila Karina 

16 de fev de 2012

O  tempo não é obstáculo
É um grande sábio
que nos ensina as verdades
dos caminhos
Um mensageiro do divino

Camila Karina

14 de fev de 2012


Uma tarde improvável de segunda-feira, com um cenário lindo e amor


Camila Karina

9 de fev de 2012

Cedo ou tarde
a tempestade 
um dia cessa
e encontramos
o ninho
um caminho
o novo roteiro
de nossa própria
peça

Camila Karina

8 de fev de 2012

Vejo e sinto 
de perto
toda a conveniência
velada
Daquele que se diz esperto
e cedo ou tarde
estará no deserto


Camila Karina

7 de fev de 2012

Por muitas vezes
muitas horas
de tantas conversas afora
tudo se resume 
num minuto de silêncio
que fala por nós
Mesmo que a vida
divida nossos espaços
nos deixe em pedaços
essa força que eleva
guia nossos passos


Camila Karina

O que temo
do futuro
posta-se pouco a pouco
O que penso
do presente
renova-se pouco a pouco
O que tenho
do passado
guarda-se pouco a pouco
Levo comigo minha própria herança
e que na estrada esperada, 
descanse em meu lar

Camila Karina

Não há momento mais difícil do que seguir em frente


Camila Karina

6 de fev de 2012

Hoje acordei com vontade de oferecer flores para muitas pessoas, aos meus amigos e amigas, e todos que me inspiram. Quem não esboça um sorriso ao se deparar com tanta beleza? Estas vão em especial, para minha querida amiga Rafaela, que há muito não vejo, mas lembro sempre.


Camila Karina

5 de fev de 2012

É passeando pela noite que descobrimos o sentido da frase "olhar além". 


Camila Karina

4 de fev de 2012




Hoje, 4 de fevereiro, é um dia especial por dois motivos, dois grandes amores da minha vida
Aniversário da minha cidade querida, Macapá, que completa 254! e de Bernardo, meu amor.
Macapá, que me abraça todos os dias, e que eu abraço todos os dias
Bernardo, que é parte de muitas coisas boas na minha vida


Amo vocês! 

Camila Karina

2 de fev de 2012

Ora veja só
o destino  que confunde
e deixa um nó
Você e eu
na travessia
do grande caminho
O destino não tem dó

Camila Karina



1 de fev de 2012

O que se espera
de um amor
que separa
dois corpos
e os une 
na mesma dor?

Camila Karina

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.