31 de dez de 2010

Este vento que passa
e leva tudo
Também traz alguma surpresa
pro meu mundo


Camila Karina



*Venha 2011! Pode entrar!  Beijo grande para todos os leitores deste blog, que são meus cúmplices na poesia! 
A tua voz chamando meu nome
é uma das minhas canções favoritas


Camila Karina

30 de dez de 2010

Mexer num baú
Com velharias
Sempre espalha poeira
Por isso ele tem lugar certo
O porão das lembranças
É um bom lugar 

Camila Karina

29 de dez de 2010

Será meu coração sempre um ponto de partida?




Camila Karina

27 de dez de 2010

Por hoje, chega de frases feitas
Os velhos ditados
Quero ouvir só minha ansiedade
É pedir muito?
- "Tudo no seu tempo"
Agora, então!

Camila Karina

26 de dez de 2010

Corre
Escorre
Discorre
Tudo se move
Na corrente sanguínea


Camila Karina

25 de dez de 2010

Silêncio! Silêncio !
Atenção
Ele chegou!
Pode entrar, amor.
Pode invadir minha casa
E a minha vida também.


Camila Karina

24 de dez de 2010


Dare You To Move
(Switchfoot)

Welcome to the planet
Welcome to existence
Everyone's here
Everyone's here
Everybody's watching you now
Everybody waits for you now
What happens next
What happens next

I dare you to move
I dare you to move
I dare you to lift yourself up off the floor
I dare you to move
I dare you to move
Like today never happened
Today never happened before

Welcome to the fallout
Welcome to resistance
The tension is here
Tension is here
Between who you are and who you could be
Between how it is and how it should be

I dare you to move
I dare you to move
I dare you to lift yourself up off the floor
I dare you to move
I dare you to move
Like today never happened
Today never happened

Maybe redemption has stories to tell
Maybe forgiveness is right where you fell
Where can you run to escape from yourself?
Where you gonna go?
Where you gonna go?
Salvation is here

I dare you to move
I dare you to move
I dare you to lift yourself up off the floor
I dare you to move
I dare you to move
Like today never happened
Today never happened
Today never happened
Today never happened before


*Feliz Natal! 

23 de dez de 2010

Por mais que o tempo insista
Para a descrença
As fontes externas não dêem pista
Eu continuo a acreditar
Continuo a buscar
Amor

Camila Karina

22 de dez de 2010


Enquanto observo a chuva caindo
Em cada gota um desejo
Depois de traze-los ao mundo
O céu sempre se abre 
Para olharmos sorrindo

Camila Karina

21 de dez de 2010



Me impulsionam
Todas as notas musicais
que fazem sentido
em minha alma

Camila Karina
O que ficou
É nosso
O futuro também
Se partiu
Destroços
Além 
O que lembramos
É nosso
O futuro também
Com tempo e esforços
Estaremos bem

Camila Karina

20 de dez de 2010

- Tive que dizer adeus
-Há Deus?
- Sim
-Então não se preocupe


Camila Karina

Das pétalas
que caem
Das lágrimas
que caem
Florescem novas rosas
Regam novas sementes
A beleza por vezes não é nítida
Quando nos damos conta
Há um novo jardim

Camila Karina

19 de dez de 2010

Ao caminhar observando a noite
Repensou em toda dor que havia sofrido com a partida dele
Olhou para o céu e percebeu que a cada lembrança
era um pouco dele que permanecia, pra sempre
Era hora de observar o dia e seus encantos.

Camila Karina

18 de dez de 2010



Quando você me beijou
Meu corpo inteiro sorriu
Quando você partiu
Meu corpo inteiro chorou
Quando o sol surgiu
Minha alma renovou


Camila karina

17 de dez de 2010



Quem disse que não existe conto de fadas?
O meu começou  faz tempo
Tem amor, dor, bruxa má e príncipe
É tudo encantado
Contado por mim

Camila Karina

16 de dez de 2010

Cansei de mini-séries
Quero um grande filme
"A  história sem fim"

Camila Karina

15 de dez de 2010



- Ainda temos amor
- O que faremos com ele?
-Espalhar com um sopro
- Isso! 


Camila Karina
- Como vai seu coração?
-Muito bem
-Cheio?
- Zerado, nunca!




Camila Karina

14 de dez de 2010



Que findem os ciclos
Que findem as missões
Que o sol manifeste
seu poder sobre nossos planetas
E que as energias se convertam
Em prol do amor
O milagre mais desejado


Camila Karina

Se tudo tem um preço
Quem pagará por este amor?


Camila Karina

13 de dez de 2010



Natal é sempre especial, a magia que o cerca não é por acaso. É um momento esclarecedor e o mais importante: comemoramos o nascimento de Jesus, o filho de Deus, para quem acredita. Eu acredito. 

Muitos pensam  que se redimir no fim de mais um ano é apenas por causa do natal, que é hipocrisia e não concordo.

No fim do ano é que podemos olhar pra trás realmente e analisar o que fizemos de bom, de ruim, de produtivo, de improdutivo e avaliar o que poderemos fazer diferente na próxima oportunidade,  que a vida nos dá chamada de “ano novo”

Assim como  para os que comemoram o  dia 25, que é aniversário natalino de Jesus Cristo. Também renascemos, é nosso aniversário! 

É Simples,  natal é renascimento, crescimento da fé e de nós mesmos.
É aniversário da vida e nada melhor que o fim de cada ano para iniciarmos um novo “eu”. 

Então, feliz renascimento para todos nós!


Camila Karina

12 de dez de 2010



Neste mar de perguntas
Se me cabe apenas uma
Escolho: 
Como você está?




Camila Karina
Em frente
Avante
Repente

Em frente
Rompante
Que sente

Em frente
Adiante
Descrente

Em frente
Pensante
Presente

Camila Karina

11 de dez de 2010

Por mais que tenhamos arrancado os espinhos
Ainda resta um pouco de dor
E leva um tempo para cicatrizar
Ainda sinto um leve sangramento
Remédio do tempo
Para curar

Camila Karina

10 de dez de 2010

Qual a verdade sobre o tempo?
Amigo? Inimigo?
Rápido? Lento?
A verdade é que ninguém sabe
Mas suspeito que ele esteja
a favor do bem
Um bem maior
Desconhecido


Camila Karina
Aqui jaz uma lembrança.


Camila Karina

9 de dez de 2010



Quando olho 
Para os espaços
que ocupávamos
Escrevo
Sempre te vejo
Nos sonhos 
que você me visita
Escrevo
Encaro as lembranças 
Tenho lampejos 
Descrevo
Eis meu momento de reflexão
Ponho as aflições, anseios
Bons fluído
na oração
Você e eu
com o mesmo desejo
Sabemos que é o momento
Este é o nosso recomeço


Camila Karina

8 de dez de 2010

Ousa o dia
Nesta manhã
Me desconcertar
Ousa a noite
Sem licença
Me desafiar
Dia e noite
Te espero chegar

Camila Karina

7 de dez de 2010

Todas as vezes
Que você se despedia
Era sempre um pedaço
de mim que se partia
Mas você sabe
E eu sei
Nada afetará
nossa sintonia

Camila Karina

6 de dez de 2010


Para cada gesto
Uma flor
Para cada sorriso
Uma flor
Para cada olhar
Uma flor
Para cada lembrança
Uma flor
Para cada esperança
Uma flor
Tenho um buquê
Um amor

Camila Karina

5 de dez de 2010



Você me encheu de amor
Me encheu de sabor
De todos os prazes
Me encheu de dor
Esta paixão com muito ardor
Eu te enchi de amor
Te enchi de sabor
E todos meus fazeres
Te enchi de dor
Com tanta paixão
Fogo e calor
Estamos preenchidos
De emoção
Compreendidos
No sentimento de perdão

Camila Karina


*O corações se comunicam

4 de dez de 2010



Minha sede de lágrimas
Não é eterna
Me alimento delas 
Pra limpar a alma
Esta  sede sempre tenho
Minha fome de saudade
Não mais me fere
Mas quando sinto 
Não a contenho
Meu desejo de sorrir 
É uma fonte externa
Que a vida proporciona
Neste engenho


Camila Karina

2 de dez de 2010

Lamento que alguns corações se satisfaçam de forças obscuras para semear a infelicidade. No meu jardim, sem querer, deixei ser invadido por evas daninhas e aqueles olhares danosos,  mas tais "chagas", são aquelas que com um pouco de chuva, lágrimas e fé retiramos sem deixar nenhum estrago nas sementes de amor. O bom inseticida, o antídoto perfeito fora a fé no ser supremo. É o melhor dos combatentes. As sementes crescem e florescem a cada dia, e eu já nem percebo, deixo que o vento me traga os bons perfumes para que eu perceba sem ansiedade. Em cada pensamento, cada encontro com o sol todas as manhãs, cada descanso da noite. E cada sentimento que continua sendo cultivado se fortalecendo para ser colhido, distribuído, espalhado, bem vivido. Tudo isso, para que no fim de cada ciclo de renascimento, o jardim se encha de vida, cor. E mais, possamos olhar aquele espaço de vida com orgulho e sorrir com o coração batendo, a nossa música de fundo tocando, e nossa alma dizendo: "- Eis que as flores chegaram até nós, ninguém as trouxe, nós cultivamos. Não vamos descuidar do jardim de novo." 


Camila Karina


*Nesta casa terá um jardim regado a música. 

1 de dez de 2010


O sol me encanta
Me canta
Todos os dias
Acordamos juntos
Continue cantando
Sol
Encantando

Camila Karina

30 de nov de 2010

No meio do parque de diversão
Das boas lembranças
Mergulhei com você
Na piscina de bolinhas de segredos
Cada uma com 
o nosso singelo olhar
Que me ensinava o valor 
De cada palavra
 Que apenas  nós
Sabemos desvendar

Camila Karina

29 de nov de 2010


Era amor demais
No meio da tempestade
Se misturaram
Regaram estas sementes
Que floresceram
Com sentimento e verdade
Espalhando o perfume
Maturidade

Camila Karina

28 de nov de 2010



Dancei
No meu sonho
Dancei
Que nem criança
com os pés em cima dos seus
Dancei
Você falava baixinho em meus ouvidos
-Estou apaixonado
Dancei
Sonhei
Acordei
O sonho está guardado
Seguirei

Camila Karina

27 de nov de 2010


Caminho por este jardim
E vejo as flores no chão
Deito e espero
Crio forças para florescer
Só a força da natureza
Faz essa magia acontecer


Camila Karina

26 de nov de 2010


No meio dessa confusão
De tanta discussão
Naturalmente 
Encontro a solução
No momento
O que faz sentido
É te-lo conhecido

Camila Karina

25 de nov de 2010

Ele nasceu
Cresceu
Expandiu
Doeu
Sorriu
Adoeceu
Sobreviveu
Seguiu
O amor não morre

Camila Karina

24 de nov de 2010



Suspeito que
Quase sempre
A vida tem
A magia de uma chuva de balões
Cores
Leveza
Sem direção
Quase sempre 
Queremos tudo controlar
Mas ninguém pode impedir 
Alguns destes balões estourar
Solte-os
Deixe enfeitar
Ver até onde estes balões vão me levar


Camila Karina

23 de nov de 2010

Das palavras que me cortam
Das palavras que me invadem
Os corações sempre importam
O sangue perdido sempre vale
Das palavras que senti
Dos silêncios que ouvi
Um coração sente
Um coração sabe
Que essa voz 
Não se cale


Camila Karina

22 de nov de 2010

Quero ouvir
mais alto
o som baixinho
da canção
Com a mágica
 Arrepio
Que deixa o sorriso no rosto
Um novo som
Aquece o coração

Camila Karina


*Faz tempo que não ouço uma canção que aconteça a mágica
Se repartir é sinônimo
de benevolência
Porque um coração
Quando se parte
Nenhuma das metade sorri?


Camila Karina

19 de nov de 2010



Temos nuvens
Porque  temos chuvas
Temos chuvas
Porque temos a limpeza
As nuvens passam
As  chuvas  passam
Tudo se limpa
Simplifica
E o céu se abre
A natureza
Me explica

Camila Karina

18 de nov de 2010


Estes espirais de idéias
Ferventes
Me inebriam 
Explodo
Retorno para meu
Funil racional
Eis meu sangue
Que grita
E pede calma e descanso
Me rendo


Camila Karina

17 de nov de 2010

O coração é uma bomba relógio
Que ninguém aciona
Mas quando menos se espera
Explode
Expande-se ruidosamente
Mata sem remorso
O que sobrevive
É o que importa
Mesmo com cicatrizes
Tic 
Tac


Camila Karina 

16 de nov de 2010

São tantas veias que compõem nosso corpo, nosso sistema nervoso, onde correm o sangue que nos impulsiona ao movimento, à emoção. Errado. (?) A mente é a chave mestra, a grande mãe, detentora de todas as igniçoes, aceleradores e freios, mas e a emoção? Quem realmente a impulsiona? Liberto-me destas perguntas e me prontifico apenas a sentir. Dolorosamente sentir. Prazerosamente sentir. Visceralmente sentir. A prece que também sinto me renasce. E se racionalizar? Engano. Tudo esta racionalizado, mas a corrente sanguínea continua a impulsionar cada movimento heróico até o encontro com as emoções. Meu coração pensa. Minha mente sente.

Sinto-me a vontade. 


Camila Karina


Tantas surpresas 
No meio do caminho
Mas se algo inquieta
Ouço meu instinto
Melhor pegar a reta
E seguir o meu destino


Camila Karina

14 de nov de 2010



Eu sei
nem tudo são flores
Há espinhos e dores
Mas suas belezas amenizam
São sempre cheias
de cores


Camila Karina


*Flores e cores sempre alegram, por mais que o dia seja triste. Pinto as flores porque elas me libertam 


Ninguém sabe onde
Flutuam estes
Pequenos embriões
Cheios de vida
Seres da água
Do ar
Do fogo
Com pontos de exclamação
Interrogação
Que procuram também
Sair do ninho
Mas não escapam
De arranhões
No mínimo

Camila Karina


*Vi embriões. Talvez tenha pintado-os porque estou renascendo

13 de nov de 2010



Quero um céu estrelado
Na noite branda
Faço meu pedido
Você pode fazer o seu
Quem de nós será atendido?


Camila Karina




*Pintei meu próprio céu com estrelas para olhar todos os dias

12 de nov de 2010


As linhas 
Que se cruzam
São paralelas
Nem imaginamos
que sejam eternas
Se cruzam
E dão a volta 
ao redor da terra

Camila Karina




*Na confusão é que você encontra pontos de equilíbrio. Pintei alguns deles

11 de nov de 2010



Meu coração
Pensa tanto em amor
Que deitou pra descansar
Basta um som
Aquela canção
Para ele acordar


Camila Karina




*É muito coração com as cores mais intensas

10 de nov de 2010


Somos seres
Que pairam
De mundos que se encontram
O que se colhe?
O destino se derrama
Veste nossos mundos
Que continuam paiarando
Quem escolhe?

Camila Karina



*Minha própria plantação de mundos

Um braço estendido
Um apoio
Dois braços
Uma ponte
Um abraço
Dois mundos
Compreendidos
Não se sabe a fonte
Seguindo sua própria natureza
No balançar do vento
Leveza

Camila Karina




*Pintei um jardim pra plantar minhas próprias flores

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.