9 de ago de 2011

O coração avisa e nunca grita, fala baixo, quase sempre intriga. Acontece que nos acostumamos a ouvir gritos por todos os lados e esperamos que o coração faça o mesmo. Queremos comandos enérgicos. A voz baixa quase nunca convence. Só convence com muita atenção, mas quando se trata do coração, ficamos multifocais. O coração dá alertas e quase sempre negamos. Alerta para nós são sirenes, o coração aperta mas não soa. O coração fala e não damos ouvidos, mas sabemos que ele falou: -"Meu coração me disse..". Aquela voz passou despercebida. Se existe inquietação, queremos o turbilhão em seguida. Uma espécie de jogo de dardos, queremos acertar a mão. Um lição um tanto invisível. -Meu coração falou e não ouvi direito? -Ouvi e não quero entender? Que aflição! O coração é calmo, nós não. 

Camila Karina


1 comentários:

Elaina Souza disse...

Depois de ler este texto, fui perceber de quanta verdade ele trata. E passei a ouvir mais meu coração.

Um abraço no seu.

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.