17 de nov de 2012

Dou-me atenção
Acuso-me pela ingenuidade
Entrego-me verdades
e desacredito no que falo-me
porque já não compreendo-me 
Devolvo-me esperanças
 e aponto-me 
o que não poderá salvar-me 
Meu herói é meu discernimento
Minha calma é auto-conhecimento
Meu equilibrio é o desprendimento


Camila Karina

0 comentários:

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.