2 de dez de 2012

Temei a natureza
daquele animal que nasceu puro
e de tantos vícios, vivências, 
também criou seu lado mais obscuro
A natureza daquele animal
que nasceu para ser sozinho, descrente e
sem rumo

Camila Karina

0 comentários:

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.