25 de nov de 2008

Lendo várias coisas a respeito das grades (é, grades) que firmaram na frente do prédio da Ordem dos Advogados do Brasil da cidade de Macapá, as perguntas que surgem em minha cabeça são: isso é pauta? Isso é algo pra causar tanta polêmica? Pelamordepapai Noel. NÃO!

Fiquei impressionada e indignada com tanta repercussão de algo que soa totalmente provinciano e desnecessário, ainda mais por partir de veículos que considero totalmente vanguardistas (grandes m*** a minha opinião para eles, mas, eis-me aqui).
Prezam pelos velhos costumes de sentar na escada, de ficar horas conversando, sentindo o vento, blá blá blá... Realmente, são velhos costumes, o que, diante de todo o crescimento (inchaço) de Macapá, não é mais possível, porque os garotões e suas “tchutchucas” só fazem baderna, degradando totalmente o prédio da OAB.

Os velhos costumes são lindos, nostálgicos, mas creio que a principal preocupação dos responsáveis por tais grades foi a de conservar, ao menos, a pintura. Ninguém sequer lembra ou via muitos baderneiros tirando fotos em cima dos leões, pixando TODO o prédio? Não, ninguém lembra disso, só dos velhos costumes.

Dá licença, gente, mas esse papo de criticar grade é muito pra minha cabeça, com essa repercussão desnecessária. Por que ninguém fala da construção inacabada da praça zagury? Agora encrencaram com a grande da OAB e simplesmente não faz diferença, o prédio continua lá, intacto! Ah, sim, criticaram o designer. Conversa! Pode não ser a construção mais glamourosa, mas, sinceramente, não agrediu em nada a estrutura do prédio.

Aliás, passo lá pela frente e, agora sim, vejo os garotões e suas “tchuthucas” agindo “que nem gente civilizada”, sentadas em cima dos seus respectivos carros. É, porque banco na praça é mero enfeite..tem escada, tem carro, tem calçada..tudo isso pra sentar.

O fato é que não somos mais uma província, estamos “evoluindo”, mesmo que de maneira desordenada, mas estamos. Então, o que devemos preservar são os bons costumes e não hábitos antigos de quando não tínhamos um espaço pro lazer e diversão, e, claro, bancos pra sentar.

*Cantinho da Neurose: Haja paciêcia..!

1 comentários:

Ivan Daniel disse...

Sinceramente? Macapá é pura controvérsia.

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.