22 de nov de 2008

Cheguei a uma conclusão: Não tenho mais tolerância com falta de educação.
Antes, quando visitava alguma loja,entrava em alguma repartição pública, pegava o ônibus ou qualquer andança por ai, me deparava com diversas amostras grátis da mais pura indelicadeza. Tudo bem tentava olhar por um prisma positivo (o que tem de positivo nisso mesmo?), mas essa semana chegou no ápice total do que chamamos “porta de acapú”.

E não é só comigo que isso acontece, tenho certeza. Mas vou relatar um episódio só pra sentirem o clima.

Lugar: Loja de artigos importados.
Track I: Eu no caixa.

Eu: Moça, com licença, quando é este brinco?
Ela: você não está vendo o preço? (ela lendo uma revista)
Eu: Como?
Ela: o preço está no brinco..( ainda lendo a revista)
Eu: no brinco da revista? Ou neste que está na minha mão?
Ela: no seu
Eu: deixei-a falando sozinha, fui com o brinco na mão até a gerencia.

Resultado: Não comprei a porcaria do brinco, o gerente coitado..tentou reverter e chamou a “princesa” até a sala dele.
Gente, isso é atendimento ao público? Educação não se aprende em curso de relações humanas, aliás, isso é um paradoxo, por que é a partir das relações humanas que você pode exercitar a gentileza.
Só sei que eu não tolero mais, porém, como dizia meu querido Paulo Leminski. “Tudo dito, nada feito. Fito e deito.”

*Cantinho da Neurose: E quando eu perco a calma..quem acaba entrando nessa estatística sou eu! Mas ora essa, sou ser humano também! E as vezes ser educado nem dá muito certo. :P

2 comentários:

Ivan Daniel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ivan Daniel disse...

Ser mal atendido é horrível. Às vezes eu falo, não deixo barato. Mas são poucas as vezes. O certo mesmo é que eu nunca mais volto ao local e faço a pior publicidade possível do estabelecimento.

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.