20 de jun de 2011

Foi até a porta e observou sua partida. 
Ele levava uma mala cheia, sinal de viagem longa e demorada. 
Ela esperou alguns dias na porta
Outros dias na cadeira
Na cozinha
No quarto
Deitada na cama
De olhos abertos
Quando percebeu que certas viagens só precisam de paciência e mais nada
O bater na porta, o tocar da campainha acontecerá
Nem que seja para avisar que a viagem dele foi bem sucedida e tudo corre bem
E neste meio tempo
Nossas vidas também fizeram boas viagens


Camila Karina

0 comentários:

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.