15 de mar de 2013

O que se esconde, desmorona. De tanto amontoar.
Nem mesmo a tragédia pode unir o que não se fortalece. Nem mesmo o máximo de esforço, pode retomar o que está num vácuo. Tudo que é unilateral pesa de um lado só, mas o tempo é mentor de todos nós, e também é balança do que vale a pena vivenciar. Então a grande pergunta que importa é: o que vale a pena darmos nossos poucos minutos de vida a cada segundo? Se nesta vida viemos em busca de amor, que ele não apenas se materialize mas também se espalhe como um perfume agradável que o vento leva à todos os lugares.

Camila Karina

0 comentários:

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.