10 de fev de 2011

Movendo-se para frente. Deixando a antiga pele, saindo da casca. Ligando a chave mestra da força (do pensamento). Aliviando tensões, fazendo desaparecer os desagradáveis vermes humanos. Cultivando botões de rosa e alguns insetos nocivos para conservar a cadeia alimentar. O novo ciclo de vida. Imunizando os ouvidos aos zumbidos de moscas fétidas. 
Eis o sol, me encaminho até ele. Ou ele caminha até mim. Não importa, estamos na mesma direção. O encontro aconteceu. Nosso abraço sela o despertar. É dia. 


Camila Karina

1 comentários:

Leone Rocha disse...

Que blog bonito!
Quando eu estiver agitado vou passar por aqui e ler teus poemas para ficar mais tranquilo.
Beijos.

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.