3 de out de 2011

Quando os sinos
soam no momento
inoportuno
Doem nos ouvidos
Agridem o silêncio
Se soam nos anúncios
das boas novas
sentenciam a grande chegada
Sinos são também palavras
Que por vezes soam no terror
mas quando badaladas
no devido tempo
iluminam
elucidam
Onde está a luz para
estas palavras agora?


Camila Karina


*Inspirado numa conversa com a amiga Camila Rocha

0 comentários:

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.