13 de fev de 2010

"Se antes de cada ato nosso nós pusessemos prever todas as consequências dele, a pensar nelas a sério, primeiro as imediatas, depois as prováveis, depois as possíveis, depois as imagináveis, não chegariamos sequer a mover-nos de onde o primeiro pensamento nos tivesse feito parar.
(..) Porque nada perde ou repete, porque tudo cria e renova"

Trecho do Livro : "Ensaio sobre a Cegueira" - José Saramago

0 comentários:

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.