27 de jul de 2010


Que ironia
Este pedido
Para fechar os olhos
Se despedir por um momento
Das imagens
Do som
Do movimento
Apenas por uma pequena viagem


Grande ironia
Este desejo
De fechar os olhos
Quando aconselham
Para mante-los bem abertos
Sempre atentos
Sempre alerta

Esqueça os avisos
Por alguns minutos
Espere até sentir
Os cílios
Completamente
Juntos
Nesta breve travessia
De uma alma à outra
Abro os olhos
Estou agradecida

Camila Karina

2 comentários:

Genny LiMo disse...

A sensação é uma preciosa pérola!
Estar de olhos fechados muitas vezes atrapalha nosso caro envolvimento no sentir. ;*

Mensagem Efêmera disse...

às vezes não é necessário ver, basta sentir! Gostei do poema ;D

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.