23 de abr de 2011

Nunca fui boa com pesos e medidas
Quando pesa demais
Só sei porque quero distância
Quando é leve demais
quero abundância
Quando é longo demais
quero um resumo
Quando é curto demais
Encaro a circunstância
Não sei pesar
Nem medir
Com a emoção
Nos cabe sentir

Camila Karina

1 comentários:

Leone Rocha disse...

Égua! Me assustei com o teu "Rá!" lá no indivíduo.

Eu gostei muito dessa tua frase no post anterior:


"Um sábio coração não se cansa de ensinar aos domadores que, as feras podem seguir seus caminhos".

Dá até para colocar na estante do quarto.

Beijos para você e feliz páscoa.

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.