19 de dez de 2011

O que ultrapassa pelos dedos não são apenas partículas, são fatos. Palpáveis, tocáveis e visíveis, mesmo que por vezes de olhos fechados. As sensações são diversas, que surpreendem e chocam. O que ultrapassa pelos  dedos,são águas limpas e turvas, que colorem a palma da mão e leem as linhas da vida. O que ultrapassa pelos dedos, não fica, não finca, não cria laços, voa, como o pó da terra que seguramos em punho. Mania estranha essa de ultrapassar, passar por cima. Só não ultrapassa pelos dedos, o que agarramos com verdade, a não ser que seja luz ou o vento, estes não ultrapassam, fortalecem. O resto, é ultrapassado. 


Camila Karina



0 comentários:

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.