12 de abr de 2010

Ecos discordantes
As mudanças acontecem num instante
O que reflete e compele à resistência
Que defesas mostrar diante dos monstros íntimos?
Apresente as armas, sua própria infantaria
Uma canção de notas dissonantes
A ilha da desolação
Salve (desarme) a si mesmo
Desobedeça o senhor (terror)
Os atritos e os ânimos arrefecem
Nesta incoerência, esqueça as consequências
Só se encarregue do amor.

Camila Karina

0 comentários:

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.