31 de mai de 2010

As pequenas raspas
Nesta couraça
Desgastam unhas, dedos
Força, medos
Nas mãos os vestígios
Pequenas confissões
Fisgadas
Nos castigos
As Punições
Do bem querer
ao retroceder
Não foi por mal
Exceder o sinal
Dos sabores e temperanças
O melhor é a relevância
É real
não justifica
Há excesso de sal
Mas ir além pela ternura
É normal

Camila Karina

3 comentários:

Planeta Melancolia disse...

Sempre paro por alguns minutos pra decifrar o que leio aqui...

gosto disso porque em teus textos cada pessoa que ler vai incluir um pouco de si

qualquer dia digo o pouco de mim que eles revelaram

Genny LiMo disse...

"ir além pela ternura
É normal"?


;***~

Marinho disse...

eu já te falei que vc é muito nova pra escrever coisas assim tão fortes...

Pensaram por aqui

 

Copyright 2010 Paralelos do Cotidiano.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.